Um tipo de gente – O Sol é para Todos

Sol Todos Harper Lee livros

Apesar de super aclamado pela qualidade literária, este não é um livro que se preocupa muito com a linguagem, talvez por conhecermos os acontecimentos pela voz de uma criança entre os 6 e 9 anos de idade. É instantâneo sensibilizar-se com a narrativa de Scout. Ela é bondosa, mas audaciosa; gentil, mas destemida, qualidades essas herdadas de seu pai, Atticus, um advogado incumbido de defender um negro da acusação de ter estuprado uma mulher branca. Até chegarmos ao julgamento, a pequena narradora vai nos mostrando os costumes e as lendas de Maycomb, no Alabama de 1931, tecendo as bases para compreendermos os preconceitos e as limitações da época, enquanto lança sementes para repensarmos nossa visão de mundo e as medidas que usamos para condenar ou exaltar as pessoas.

Em uma passagem cativante, a autora evidencia o distanciamento entre a mente pura e inocente de Scout e a de seu irmão apenas três anos mais velho, Jem, que começa a perceber as engrenagens da sociedade. Conforme Jem vai crescendo e analisando os acontecimentos ao seu redor, chega à conclusão que há alguns tipos de gente: as pessoas brancas “normais”, entre as quais se sobressaem as que sabem ler e escrever há algumas gerações, como sua própria família; os brancos pobres que vivem do assistencialismo; os negros… Scout interrompe esse pensamento para sintetizar a conclusão que permeia nossa leitura: “existe apenas um tipo de gente: gente!”

tipo gente type folks harper lee
De Christen Davis

Não é possível ler esse livro como uma história que pertenceu àquele tempo e àquela sociedade. Além do conflito principal, há diversas pequenas inserções que nos remetem à classificação das pessoas e como é danoso limitá-las ao que se espera delas ou, ainda, ao que se determina a seu respeito devido à classe social, cor, família ou qualquer categorização que os homens gostam de inventar, como a profissão ou a aparência.

Atticus é o tipo de ser humano que deveríamos nos cobrar ser em todos os momentos: alguém que enxerga a responsabilidade que carrega por compreender o que nem todos perceberam, mas não se rende ao julgamento pelo outro lado da moeda: nunca sabemos o que é estar na pele de outra pessoa e viver sob suas circunstâncias. Julgar o julgamento de outrem é incorrer no mesmo erro e ainda perder a oportunidade de ver e mostrar o bem que pode surgir das maneiras mais inesperadas.

O livro nos relembra que a sociedade demora a mudar, mas que atos de coragem são essenciais para que cada um dos passos necessários seja dado em direção a um caminho mais justo. Eu vejo essa mudança vindo de geração em geração e espero que nossos filhos sejam muito melhores que nós, em um mundo em que as diferenças sejam bem vindas, mas que ainda assim exista apenas um tipo de gente: gente.

 

Anúncios

30 comentários em “Um tipo de gente – O Sol é para Todos

  1. Oi! Li seu comentário lá no meu blog sobre esse livro, e realmente, é incrível como cada um tem diferentes interpretações de um mesmo livro! Justamente, por ser da área acabei encarando-o mais como “jurídico”, mesmo ele não tratando apenas disso. Um dos pontos que havia me chamado mais atenção foi justamente essa parte de “só existe um tipo de gente… gente.” Gostei muito da sua abordagem “mais humana” 🙂 e parabéns pelo blog! :*

    Curtido por 1 pessoa

  2. Nossa já gostei do livro..Adorei a dica, muito bom esses livros que a gente se mete no papel d o personagem..Lindona não sei si te convidei para que venha conhecer feedhi, uma plataforma de divulgação de conteúdos para bloggers nova e gratuita no Brasil, da uma olhada si gostar cadastra seu blog..
    http://www.feedhi.com

    Bjuss

    Curtido por 1 pessoa

  3. Boa noite!
    Já tinha curiosidade nesse livro pelas diversas resenhas no booktube, e devo dizer que seu texto só confirmou esse meu querer. Parece ser um livro muito bem trabalhado e que faz a gente pensar em nossas atitudes. Gostei do seu texto, direto e ainda assim não é aquela resenha super padrão de “sinopse primeiro – opinião depois”. Virei aqui de vez em quando 😀

    Curtido por 2 pessoas

    1. Oi, Carol!
      Obrigada pela visita e pelo comentário.
      Sabe, eu tenho um pouco preguiça de escrever número de páginas, editora, fazer sinopse… rs… minha vontade por aqui é apenas contar um pouco sobre o que em determinado livro me fez refletir. 🙂
      Ah, venha de vez em sempre, pois é bem-vinda!
      Bjs

      Curtido por 1 pessoa

  4. Eu tinha conseguido aquela edição da José Olympio que estava esgotadíssima (aquela com uma faixa preta e abaixo uma foto de uma casa). Tinha um exemplar na livraria e eu não acreditei quando vi. Bem, essa sorte foi em 2012 e até agora não li “O Sol é Para Todos” (>_<). Tenho que reparar esse erro. Bjs, Val!

    Curtir

    1. Nossa, nem conheci essa edição super legal! Eu li emprestado, não tenho esse livro ainda… Olha, sou suspeita, mas acho que você iria gostar 🙂 Na verdade é uma leitura rápida 😀
      Bjs e obrigada!

      Curtir

  5. Muito obrigado, Val

    pela visita ao Uaíma. Eu não li este livro, mas li sua resenha a respeito dele, e estou certo de que você sabe o que o diz. Parabéns pelo blog/site bem estruturado.

    Darlan

    Curtir

  6. Esse livro está na minha lista há tempos e por algum motivo estou postergando. Acho que é medo de me emocionar demais.

    Desde que li Claros Sinais de Loucura, em que a pequena Sarah Nelson é uma super admiradora de Atticus, sei que PRECISO ler esse livro ❤

    Curtido por 1 pessoa

    1. Esse não foi o livro que me fez chorar no meio da leitura, sabe? Ele é mais aquele tipo de livro que quando você termina, pensa em muita coisa, fica alguns dias pensando sobre ele. Nunca li o livro que você mencionou, parece ser interessante. Obrigada pela visita. Bjs!!

      Curtido por 1 pessoa

  7. Seu apelido me fez vir ao seu blog. Fui compelida a ler a página “sobre” e gostaria de dizer que você tem lugarzinho especial no meu coração (não que meu coração seja grande coisa, mas você tem seu lugarzinho aqui, para quando precisar). Me identifiquei com você em tanta coisa e não achei um e-mail para que pudéssemos conversar, por isso estou comentando aqui. Fase difícil aos 19 anos, um blog a cada dois anos… estou abraçando você virtualmente nesse exato momento!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Que comentário mais meigo, adorei 🙂 Obrigada pelo lugarzinho no coração – que honra! – e pelo abraço virtual, saiba que foi retribuído 😉 Meu e-mail é valeriahae@gmail.com. Acho que depois vou deixar um contato aqui, ou algo assim!
      Obrigada novamente, bjos!

      Curtido por 1 pessoa

    1. Outra coisa é que as pessoas podem ter medo de dar spoilers… mas vejo isso de uma forma diferente, na maioria dos livros que eu gosto, saber o final não é o mais importante.

      Curtido por 1 pessoa

    1. É uma graça esse livro. Acho que repeti demais isso comentando aqui, mas pior que é verdade! hehe Esse livro não é de tantas interpretações, é mais sobre reflexões mesmo, sabe? Vale a pena tê-lo entre as metas. 🙂

      Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Patrícia! Tudo bem? Obrigada pela visita, adorei! Eu vi sua resenha, aliás, acho que foi a única que vi até agora! Esta para comentar no seu blog que uma amiga minha, inclusive quem me falou sobre esse livro, que me recomendou como sendo o preferido dela, me disse que esse segundo livro, na verdade, era uma primeira versão que a Harper Lee mandou para as editoras, mas não foi aceito. Aí sim ela reescreveu a história como conhecemos. Como vc achou o livro meio desfragmentado, não sei se ela havia mandado apenas trechos à editora ou se ela ainda não estava tão apurada na escrita… Bjs e adorei a visita! Amei os marcadores e tudo o mais que você faz!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s