Cinco músicas para gostar do Led Zeppelin

Por um mundo onde a gente passeie pelo comércio popular ao som de Led Zeppelin, eu voto SIM! Experimente: até lavar a louça fica melhor com esta playlist (eu fiz o teste)!

Quando comecei a ouvir rock, as revistas de letras traduzidas e as rádios me ajudaram a conhecer muita música legal, como Whole Lotta Love, Black Dog e Stairway to Heaven, a qual figurava entre as traduções do meu caderninho com a incrível versão “Ohh, me sinto maravilhado” (It makes me wonder).
Naquela época de fitas cassette, era um pouco mais difícil ter acesso a discos completos e as rádios repetiam muito as músicas, então era fácil enjoar mesmo das canções mais geniais. Na época do mp3 e gravação de CDs, eu virei fã do Angra e gostava mais de bandas de metal, então deixei muita coisa legal de lado, que só recuperei alguns anos depois, como esta banda sensacional.

  • Immigrant Song

Foi em 2003, com o filme “School of Rock” e esta cena maravilhosa do Jack Black cantando Immigrant Song e, depois, nos créditos, explicando como eles imploraram ao Led Zeppelin para que a música estivesse no filme, que eu voltei a me interessar bastante pela banda.

tumblr_maodma7pvr1qcbojfo1_250

Coincidentemente, essa música tem tudo a ver com a terra da Björk, de quem falei na semana passada. O Led Zeppelin tocou na Islândia e Robert Plant ficou fascinado pela mitologia nórdica e pelas conquistas dos vikings. Jimmy Page compôs a melodia antes dessa viagem, e é fascinante como o espírito de desbravamento e expedição, reforçado pela batida constante da música, encaixa-se perfeitamente ao vocal estilo “nada poderá me deter”!

Immigrant Song, Snow White, Branca de Neve, Shrek, Gif
Branca de Neve aprova.
  • Going to California

618a4df2986f14dd96d42aa0b5f5bec3Dizem que a garota com flores no cabelo era a Joni Mitchell. Faz sentido, a julgar pela foto, né?
Essa música tem uma atmosfera tão serena. É uma procura que contrasta com a saga desenfreada e contumaz da Immigrant Song. Há uma busca idílica por algo muito doce e cheio de paz e amor, ideais hippies. Há um crescendo de êxtase, contemplação e a certeza de que esse é um caminho que vale a pena palmear.

 

 

  • All My Love

Angústia, luto, introspecção. A repetição do refrão parece evidenciar que essa pessoa gostaria muito de falar algo a alguém, mas não vai mais poder. É uma tentativa de reiterar o sentimento, procurando mantê-lo em um ciclo para que não se acabe. Também a escutava no rádio e sempre me tocou muito, pois foi feita em homenagem ao filho do Robert Plant que morreu enquanto eles estavam em turnê.

  • D’yer Mak’er

Para tudo! Falei o nome da música errado a vida inteira. Segundo a Rolling Stone, o Urban Dictionary e até mesmo a Wikipédia, “o nome da canção é derivado de um trocadilho das palavras “Jamaica” e “Did you make her” (“Tu forçaste-a”, em tradução livre), baseado em uma antiga piada (“My wife’s on vacation in the West Indies.” “Jamaica?” “No, she went of her own accord.”)”. O próprio Robert Plant confirmou que não é “dáiãrmêikãr” e sim “djamêikã”, de acordo com a piada e essa levada de reggae.

  • Fool in the Rain

Último single lançado, bem para deixar com gostinho de quero mais. Parecia que eles ainda tinham tanto a explorar! Eu realmente adoro o clima alegre da canção e a história dela é um tanto curiosa. Parece que a inspiração para o ritmo surgiu durante a copa de 1978, na Argentina, devido à exposição da banda a músicas latinas. Quais seriam estas, não é mesmo? Será verdade? Teria Robert Plant assistido à de 2014 também? Poderia Cláudia Leitte inspirá-lo de alguma forma?

A Rolling Stone fez uma lista das 40 melhores músicas do Led Zeppelin, e “All My Love” está em 39, na rabeira. Quando se fala de um rio tão profundo que é a genialidade de uma banda como essa, sempre vai haver muito a apreciar.

Beijos e até mais!

 

Anúncios

26 comentários em “Cinco músicas para gostar do Led Zeppelin

Adicione o seu

    1. Que bom que você também gosta! Sabe que apesar de ser uma banda tão canônica, conheço no máximo umas 4 pessoas que realmente gostam. Estou precisando diversificar as amizades, né? Rs, bjs! Obrigada pela visita e pelo comentário.

      Curtido por 2 pessoas

  1. Já fui muito fã de Led no passado. Hoje em dia não escuto tanto, mas esse post me fez ter vontade de ouvir os álbuns novamente. Adorei a escolha de músicas, embora minhas preferidas sejam The Rain Song e The Battle of Evermore (canções que eu particularmente acho desvalorizadas).
    Ótimo post. 😀

    Curtido por 1 pessoa

    1. É tanta música para ouvir, né? Algumas coisas ficam no passado, mas é só dar uma chance que o “encanto” volta. 🙂 Obrigada pelo comentário, adorei. Demais as músicas.

      Curtir

  2. Led Zeppelin é o tipo de coisa que precisa ser obrigatória na vida das pessoas haha

    Também tenho poucos amigos que gostam, e sinceramente não consigo entender isso… a força, a potência e a grandeza da música deles são marcas tão envolventes que me parece impossível não idolatrar a banda (e, como dá pra ver, é encontrar mais alguém que curte que meu lado fanboy se descontrola haha)

    Curtido por 1 pessoa

    1. Hehe Engraçado seu comentário, adorei! Led Zeppelin é mesmo genial, né? Acho que quem diz que não gosta, na verdade é que ainda não sabe que gosta, porque é impossível! Rs Obrigada pela visita e pelo comentário! Até mais 🙂

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: