Resumo da semana – 29/05/16

~ ~ No final do post, faço uma perguntinha, help! ~ ~

Ontem estava esperando meu ônibus no ponto e havia duas garotinhas com uma senhora que parecia avó, mas elas chamavam de mãe. Elas brincavam ao estilo Chaves: “mamãe querida, meu coração por ti bate… como caroço de abacate!”, aí elas continuavam inventando as rimas delas e davam muita risada: “Como uma salada de tomate”, “como um belo chocolate”. Eu já ficava pensando também “como uma porta-estandarte”. Elas riam muito com aquela brincadeira das palavras e eu fiquei emocionada. Fiquei pensando em que momento a criança deixa de brincar de poesia.

Eu voltava da exposição REVER, do Augusto de Campos, no Sesc Pompeia, que está super legal. Há várias mostras agora em São Paulo, entre gratuitas e a preços amigos. Vi um post sobre um aplicativo que te ajuda a não perder as datas, achei uma ótima ideia!

IMG_20160528_111429092[1]
Adoro o SESC Pompeia, se você não é de São Paulo e vier para cá, tem que conhecer!
augusto campos exposição sesc rever
Se você é daqui e nunca foi, demorou!

Nesse dia, também fui à Livraria Cultura comprar a minha edição da Coleção Folha e descobri essa revista da livraria, que é gratuita e muito linda e inspiradora:

revista cultura feminismo corpo
Tudo a ver com o momento.

revista cultura amor clichê

~ ~ ~

Na terça-feira, um tanto atrasada, contei a minha releitura de O Velho e o Mar, de Ernest Hemingway. Fiquei pensando que ainda haveria muito a dizer e descobrir sobre esse livro. Espero lê-lo novamente daqui a um tempo. Sempre haverá camadas de entendimento e reflexão, além de algo que a sua vida traz a esse diálogo, e que muda a cada instante. Tentei encontrar uma versão infantil, pois acho que seria ótimo para as crianças verem que, entremeada à narrativa de um velho que vai ao mar pescar, está um pouco de nós mesmos. Sei que as crianças já têm isso naturalmente, mas elas poderiam aprender a não deixar essa intuição para trás. Fico um pouco triste ao ver que alguém lê esse livro e enxerga apenas uma batalha harmoniosa entre o homem e a natureza.

Na  quarta-feira, falei sobre a banda que descobri na sétima-série, o Oasis. Foi uma lista bem pessoal, como sempre, mas daqui a alguns anos, quando for indicá-los, falarei sobre aquelas músicas que me fizeram suspirar na adolescência e acrescentaria Supersonic e Wonderwall, que meus leitores queridos sugeriram. 🙂

Na quinta-feira, fiz minha primeira tag. Vou confessar que achei trabalhoso… rs Mas estou ansiosa para ver as respostas às perguntas que formulei. A Gabi já respondeu!

Sexta-feira é dia de poesia. Sempre faço buscas por tags no wordpress, como “livros”, “poesia”, e foi assim que encontrei o poema da Alessandra Capriles sobre o triste acontecimento da semana que fomentou o debate sobre estupro, agressões às mulheres e como tudo isso pode ser exposto de uma maneira muito nojenta. Em meio a teorias e opiniões, já se falou sobre armamento. Não quero viver em um mundo em que eu precise andar armada. Não quero nem segurar um treco desses. Acho que eu preferiria viver encarcerada a andar com a possibilidade de ferir uma pessoa mortalmente, seja quem for.  Vi uma pessoa caçoar dizendo que na hora que um homem vier te estuprar, dê-lhe um livro. A ele não vai adiantar, mas às crianças, com certeza.

Não vá se perder por aí!

  1. Falei a vocês que agora estou no instagram, né? @livros_no_caminho!
    Descobri este perfil maravilhoso, melhor do mundo, @gatsby_books! Se você não tem o aplicativo, basta acessar pelo navegador mesmo.
instagram livros gatsby books
Muito criativo e delicado

2. Vi uma entrevista com o Zack Magiezi, criador das pilulas “notas sobre ela”, a respeito do livro que ele acaba de lançar, “Estranherismo”:

estranherismo zack magiezi livro

3. Amei este post sobre espaços de leitura em Portugal e na Holanda:

Livraria Selexyz Dominicanen Holanda

4. Vi no Vai sem Medo a minha definição de viagem: Slow Travel! Acho que seria minha definição da vida, na verdade, adoro coisas lentas. Rs! Não entendo essas viagens de 12 países em duas semanas. Eu gosto de sentar em um parque, olhar as pessoas, imaginar as coisas, saborear mesmo os lugares.

slow travel

5. Criatividade no século XXI: Fazer guerra de post-it nas janelas dos prédios! Adorei! Muito mais fotos no link, dê uma olhadinha. 🙂

Guerra de post-it

~ ~ ~

Estou terminando Cem Anos de Solidão, é um livro para quem gosta de histórias! Na quarta-feira, estou em dúvida sobre quem trago para o “Cinco músicas para gostar de…”: Você preferiria uma banda internacional consagradíssima, como o Pink Floyd, ou uma que nem todo mundo conhece, como o Camera Obscura? Help!

Muito obrigada pela visita, fico muito contente quando alguém comenta, curte, como disse na tag, se fosse trabalho individual, não precisava de blog… rs! Gosto de responder aos comentários, pois quando comento algo super elogioso em um post de outra pessoa e ela não fala nada, parece que disse alguma coisa errada, sabe? Rs

Beijos, tenha uma ótima semana!

Val

Ps. Fiz arroz doce, pegue um pouquinho. ❤

arroz doce

Anúncios

49 comentários em “Resumo da semana – 29/05/16

    1. É verdade, adoro versões infantis. Tenho uma versão de O Nariz do Gogol que é meu xodó, as ilustrações são lindas! Obrigada pela visita e pelo comentário, bjs!!

      Curtir

    1. Oi, Renata, obrigada pela visita e pelo comentário tão gentil! Sobre slow travel, para mim nem precisava de nome, todas as viagens deveriam ser assim!! 😉

      Curtir

  1. Oi Val! Instagram é a minha rede social preferida! =) Estou te seguindo por lá! Nunca ouvi falar sobre essa banda que você citou, Camera Obscura. Sou fã do blog Vai sem medo, e fico muito feliz em contar que o guest post de maio do SLET foi a Isadora que escreveu! Vai ser publicado hoje, logo mais! =D

    Beijo e uma ótima semana!
    https://sobrelivrosetraducoes.com.br/

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Brenda! Estou começando lá no Instagram, tenho algumas ideias, mas e o tempo, né? hehe Obrigada por chegar até o fim do post e responder à pergunta… hehe É uma banda fofa, acho que vou falar sobre eles msm… rs Estou curiosa para ver o guestpost, sigo seu blog, então não vou perder nada 🙂 Bjinhos e obrigada!! ❤

      Curtido por 1 pessoa

  2. Oi, Val!!!!
    Caraca, você sempre trazendo coisas interessantes para nós!!! 😀 Show!
    E sobre a banda, claro, fale sobre Camera Obscura. Não conheço, fiquei curioisa, mas vou resistir em procurar essa banda no Deezer, pois quero ler seu post primeiro. Bjs
    Ótima semana para nós!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Que legal, Alê, você é tão meiga, adoro seus comentários 🙂 Acho que vou falar sobre eles mesmo, o nome é “obscuro”, mas a banda é muito fofinha 😉 Bjos e obrigada!! Uma ótima semana ❤

      Curtido por 1 pessoa

  3. Guriaaaa! Escuto tanto sobre o Sesc Pompéia…deu um comichão para conhecer! Eu AMEI esse post cheio de dicas e achei incrível o instagram que tu indicastes cheio de trabalho de colagens, no Snapchat eu conheci um guri incrível que trabalha com isso também.
    Segue aqui os links dele: wolneyf (instagram), http://commonpeoplereading.tumblr.com/ (tumblr)
    http://commonpeoplereading.tumblr.com/post/130421772249/amanda-solbiati-rio-de-janeirorj-brasil (minha participação no tumblr com meu livro tão querido)
    e o blog dele: https://wolneyfernandes.wordpress.com/

    Deixo aqui registrado que teu blog tem sido uma grata surpresa ❤ !
    Beijos guria!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oii! Que comentário maravilhoso, adorei! O Sesc Pompeia é muito legal mesmo, sempre tem alguma coisa 🙂 E é pertinho do shopping, então dá p/ ir lá e visitar a livraria Cultura, comer algo… Estou vendo os links que vc passou, achei super legais, pedi autorização a ele no instagram, vamos ver! Obrigada por tudo, viu, adorei seu comentário!! Bjs ❤ Uma ótima semana!!

      Curtido por 1 pessoa

  4. Olá. Mais um excelente post.
    Morar em grande cidades, como as capitais, proporciona a visita a diversos lugares interessantes. Como moro no interior fico apenas na vontade, rsrsrs.
    Meu voto vai para o Pink Floyd. Aliás, por mim, poderia fazer: “Todas as músicas do Pink Floyd são ótimas: ouça todas!!!”
    Abraço.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi! É verdade, aqui em São Paulo estão acontecendo várias exposições simultâneas, isso é bem legal. Mas cada lugar tem suas vantagens e belezas! Já está dois a dois, como os votos da Camera Obscura vieram antes, esse é meu critério de desempate, vamos ver!!
      Obrigada pelo comentário e pela participação! 🙂

      Curtir

  5. Daí que de repente, não mais que… péra, não é isso rs. Guria, como não amar um blog onde há concreta poesia e obscura banda antiga (aliás, Camera ouvi pouco, mas lembro bem! E me lembra outra, Nada Surf, pra mim são parecidas, talvez porque eu as tenha conhecido assim juntinhas, mas talvez não tenha a ver, não sei rs) ((Oasis ❤ Os primeiros discos, adoro!)) 🙂 Olha, vou acompanhar o cantinho aqui, com toda certeza!! Tudo de bom procê!
    🙂 Bjs, Rebeca

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Rebeca! Que legal vê-la aqui! Não conheço nada surf, achei sensacional o nome… rs Acho que Câmera Obscura está ganhando até o momento 😉 coloquei seu blog no feedly, vou ficar a par das novidades 🙂 achei legal como vc tem tantos seguidores fazendo um conteúdo tão autêntico! Quando cheguei ao instagram, há uns 10 dias, achei Td tão legal, milhares de instagram literários…. aí fui percebendo q Td mundo posta as mesmas coisas, até eu tb estava nessa. O seu foi um suspiro! Apesar de q conheci o blog primeiro. De cara, amei o layout, uma coisa anriguinha, mt fofa. E o conteúdo tb “me pegou”! Bjinhos e obrigada!!

      Curtir

  6. Oi Valéria!

    Nossa, eu estou mais do que atrasada com o seu blog. As coisas tem sido muito corridas para mim nestas últimas duas, três semanas. Sei que muita gente tem uma vida corrida também, mas eu acho que tenho problemas mesmo. Não consigo dar conta de mais de duas coisas ao mesmo tempo.

    Bom, como estou super atrasada com os posts, decidi começar pelo mais novo. Acho que faz mais sentido. Aí, aos poucos, vou chegando aos outros.

    Adoro esses tipos de post, estou pensando em talvez fazer para o meu blog também, até para as pessoas saberem um pouco mais sobre o que estou fazendo por aqui.

    Também adoro saber que você aproveita o que São Paulo tem a oferecer, que é sempre muito! Da próxima vez que eu estiver por aí, vamos fazer uns programinhas assim. 🙂 Muito boa a ideia do app para eventos, precisamos de muitas coisas assim que permitam descobrir São Paulo. Eu sempre me sinto tão perdida quando vou pra lá, completamente por fora do que está acontecendo de mais legal.

    Sobre o slow travel, é meio que uma expressão de modismo como o slow food, né. Na verdade, acho ótimo que incentive as pessoas a “verem” um lugar de verdade, com os olhos. Por mim, todas as minhas viagens seriam slow, hehe. Por outro lado, também é uma ideia bem burguesa, né não? Bem naquele espírito de “eu sou o único viajante que busca/se interessa pelo autêntico bla bla bla…”. É pretencioso demais e uma grande falta de compreensão sobre autenticidade.

    Bom, falei demais.

    Beijão de uma das maiores fãs!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Camila! Td bem? Legal ver você por aqui! Há mtas opções mesmo, às vezes você fica pensando e pensando em ir a algo e quando vai ver, já passou… hehe sobre a pretenção burguesa enquanto nos esbaldamos nas benesses burguesas… Eu reconheço que sou uma pessoa devagar. Mesmo dentro da burguesia acho que há o burguês rápido e o devagar… rs me identifiquei com o conceito pq o meu modo de viver é lento, mesmo quando tenho de fazer tantas coisas da minha vida de assalariada. Há outros mais e menos assalariados como eu que gostam de agitações, eu sou a assalariada lenta. Bjs!

      Curtir

  7. Que semana cheia, em SP tem várias opções de artes, parece que respiram arte. Aqui no Rio tem algumas, mas bem dificeis e geralmente bastante concorridas com fila de espera para conseguir o ingresso pelo site.
    Otima semana
    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Alba, obrigada pela visita e pelo comentário! Exatamente agora há mtas exposições msm! As filas são enormes para exposições de artistas estrangeiros renomados, mas para os brasileiros geralmente são mais tranquilas. Bjs! ❤

      Curtir

  8. “Ontem estava esperando meu ônibus no ponto e havia duas garotinhas com uma senhora que parecia avó, mas elas chamavam de mãe. Elas brincavam ao estilo Chaves: “mamãe querida, meu coração por ti bate… como caroço de abacate!”, aí elas continuavam inventando as rimas delas e davam muita risada: “Como uma salada de tomate”, “como um belo chocolate”. Eu já ficava pensando também “como uma porta-estandarte”. Elas riam muito com aquela brincadeira das palavras e eu fiquei emocionada. Fiquei pensando em que momento a criança deixa de brincar de poesia.” MENINAAAAA! QUE COISA MAIS LINDA DE SE LER! GANHEI MEU DIA, VIU? E SE VOCÊ PERMITIR, QUERO EDITAR E PUBLICAR… POSSO? BEIJÃZÃO!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s