Resumo da semana – 02/01/17

E aí, pessoal, como está 2017?

Por aqui tudo bem, exceto que apaguei quase 300 fotos do meu celular e não consegui recuperar 😦 Baixei uns aplicativos de recuperação, mas parece que, para a maioria das minhas fotos, seria preciso realizar um procedimento chamado “rooting” e estou com medo de zoar mais ainda tudo, então vou ficar sem, mesmo.

Tive férias, encontrei pessoas especiais, fui a lugares que adoro aqui em São Paulo, comi muito, muuuito!

Na região da 25 de março, conheci uma loja incrível de decoração, chama-se Katmandu. Comprei lá alguns presentes e fiquei babando por vários itens, como esta “janela” com espelho, que ficaria muito linda na entrada do meu apartamento, mas infelizmente não entrou no orçamento :\

janela espelho katmandu

Minhas contas estavam comprometidas por bons motivos! Eu costumo economizar durante o ano e, se atingir minha meta (que existe… rs), uso o restante para realizar alguns desejos. Foram duas compras: um teclado e uma vitrola. Estou bem musical, como disse no último post! Já estudei e tive piano, e atualmente sentia falta de ter onde pelo menos praticar um pouco.

A perspectiva de fazer algo por mim mesma e somente para o meu lazer me anima bastante. 2016 foi um ano pesado, o mais difícil da minha vida, e eu não quero bater recordes em 2017… rs! Quero ter leveza, me livrar de expectativas, aceitar o que não cabe a mim mudar e ter muita coragem para sonhar.

Falando em tudo isso, estou usando um aplicativo, o Duolingo, para relembrar francês. É meio repetitivo, mas acho que estudando um pouquinho todo dia pode ser bem útil! Estudei três anos o idioma e não queria desperdiçar o que já sei. Se vocês tiverem outras dicas de estudo, me falem!

Fui a uma exposição muito legal sobre a Lina Bo Bardi no Sesc, mas já acabou. Que útil, né, pessoal? Rs Achei legal que todas as exposições que visitei estavam entrelaçadas. Depois dessa do Sesc, acabei indo por acaso ao prédio da FIESP e era o primeiro dia da Mostra Tesouros Paulistas – Coleções de Arte dos Palácios do Governo do Estado de São Paulo. É totalmente gratuita e reúne mobiliário, louças e peças de artistas como Anita Malfatti, Di Cavalcanti, Alfredo Volpi e Aleijadinho. A principal obra é “Operários”, de Tarsila do Amaral:

tarsila amaral fiesp exposição sesi operários
Esse quadro geralmente está no Palácio Boa Vista, em Campos do Jordão, vale a pena visitar lá em outras épocas.

Período: de 13 de dezembro de 2016 a 28 de fevereiro de 2017
Horário: diariamente, das 10h às 20h (com entrada até 19h40)
Local: Galeria de Arte SESI-SP (Av. Paulista, 1313 – em frente à estação Trianon-Masp do Metrô)
Classificação indicativa: Livre
Grátis. 
Mais informações em www.sesisp.org.br/cultura. (Informações do site)

Dali, fui ao MASP. Algo maravilhoso sobre o museu mais importante de São Paulo é que às terças-feiras, TODAS as exposições são gratuitas. No Tomie Ohtake, por exemplo, não é assim. Havia muitos turistas e um rapaz, acho que do Paraná, me irritou um pouco, pois disse com a maior propriedade que o acervo do MASP era de réplicas. Oi?

Bom, deixando isso para lá, a sala do acervo é um lugar emocionante. Fico feliz por ter o blog e poder dizer esse tipo de coisa aqui, porque para algumas pessoas pode parecer pedante, mas é uma emoção de verdade entrar ali e dar de cara com toda aquela obra imortal.

Picasso Masp
Uma das pinturas de Picasso no MASP. Ficou meio torto, sorry.

Vi outras exposições nos outros andares, como a de Agostinho Batista de Freitas. Fiquei encantada também, trata-se de um pintor autodidata, com uma expressão bem única da cidade de São Paulo.

agostinho pacaembu masp
Há telas muito mais legais, mas sobrou essa no cel.

Até 22/01, também segue aberta a exposição “A mão do povo brasileiro, 1969/2016”, que foi a mostra inaugural do MASP!

Texto do site:

“Ao valorizar uma produção frequentemente marginalizada pelo museu e pela história da arte, o MASP, conhecido por sua coleção de obras-primas europeias, realiza um gesto radical de descolonização. Descolonizar o museu significava repensá-lo a partir de uma perspectiva de baixo para cima, apresentando a arte como trabalho. Nesse sentido, tanto uma pintura de Candido Portinari quanto uma enxada são consideradas um trabalho — uma noção que supera as distinções entre arte, artefato e artesanato.”

Incrível, né?

Nesse dia, almocei no restaurante do MASP e encerrei o passeio no santuário, também conhecido como Livraria Cultura do Conjunto Nacional. Indico muito esse roteirinho para quem estiver em São Paulo em janeiro: Galeria de arte do SESI + MASP + Livraria Cultura! Como tudo é de graça, dá para gastar um pouquinho e tomar um gelato na Baccio di Latte da Av. Paulista.

Logo chegaram Natal e Ano Novo… Passei por aqui mesmo, mas com a família do Eduardo, não na minha casa. Fiz várias comidinhas, entre os doces: brigadeirão, doce de manga e brownie:

Entre salgados, empadinhas e salada de grão de bico:

empadinha salada grão bico

Essa empadinha faz sucesso, porque ela não é daquela massa que desmancha, é tipo uma minitortinha mesmo. Receita da Ana Maria Braga, minha gente! Hehe

No dia 1º, fomos ao Parque da Água Branca,  lugar que adoro pelo jeitão de nostalgia, com suas galinhas, pavão, patos, peixes e prédios amarelinhos. Não é por mal, mas nesse dia estava super inspirada e minhas fotos, que sempre saem sem graça, ficaram muito legais! Mas você já sabe o que aconteceu, né. O Eduardo tirou algumas, os créditos vão para ele… Queria muito fazer um post especial sobre o “Espaço de leitura”, mas vai ficar para a próxima…

img_20170101_134518

img_20170101_135318

img_20170101_134744

Aqui no blog, fiz um convite a visitar meu guest post no blog da Isadora, o “Vai Sem Medo”. Falei sobre os meses que passei em Vancouver, no Canadá, e porque acho que vale muito a pena estudar inglês por lá. Contei também um pouco sobre algumas atividades de que participei e sobre a maravilhosa Biblioteca Pública de Vancouver.

O último livro comentado em 2016 foi Alta Fidelidade. Amei o livro, vi o filme e amei mais um pouco! Acho que o diretor até mesmo dá uma explicada no ponto de vista dele, na passagem sobre “compromissos”, que não é tão evidente no livro. E John Cusack contribui para aquela sensação de condescendência com Rob continuar lá…

Outros filmes que vi recentemente e quero recomendar são “Joy” e “Diplomacia“. Sobre Joy, vi algumas críticas que achei super nada a ver… rs Eu me identifiquei muito com a personagem, tirando o fato de que eu não sou loira de olho azul, nem criei nada famoso e fiquei milionária! Hehe Para quem acha que os problemas dela foram “exagerados”, queria dizer que é possível, sim, existir isso na vida real. Pergunte-me como. Rs Dizer que a avó dela era otimista demais somente por acreditar na neta é ranzinza demais. Também li que o filme é raso porque parece que ela resolveu os problemas financeiros, então dinheiro traria a felicidade e ponto final. Acho que faltou interpretação ou boa vontade aí. Fica tão explícito que as outras pessoas continuariam sendo quem eram até o fim e que ela deveria lutar pelos seus sonhos, sem se fazer de vítima, nem esperar pelo príncipe encantado. A família era imperfeita, o príncipe virou sapo, mas ela ainda tinha muito a realizar, apesar de. Aliás que ela continuar nutrindo qualquer laço com a família me parece ser seu maior triunfo. Talvez falte um pouco de vivência a quem escreve essas críticas também.

Assim como Joy, Diplomacia é inspirado em fatos, mas desta vez históricos. Conta a história de um general alemão que desobedeceu ordens de mandar Paris pelos ares. Não é spoiler, afinal, Paris continua existindo, pelo que sabemos.

O último post foi meu resumão de livros de 2016 e metas para 2017. Li muita coisa boa. É verdade que eu queria ser mais constante neste ano, pelo menos uns 20 livros, né?

Não vá se perder por aí!

  1. Leandro Karnal escreveu para sua coluna no Estadão um texto chamado “Tinha uma pedra no meio do caminho“, sobre livros e leitores. Não poderia me identificar mais, então pensei que vocês também iriam gostar.
  2. Há algum tempo vi no blog de Celia Moura, um poema sobre “O Poeta“, de Mia Couto. Acho que nunca havia lido um poema dele e o tema me despertou atenção.

mia couto poeta

3. O blog Little Jujuba indicou um livro infantil encantador, “Elmer“. O personagem principal é um elefante um pouquinho diferente…

Elmer elefante diferente
Lindo! Eu quero!! E a foto é do blog Little Jujuba, que seria legal você visitar!

4. Outro post que estou para indicar há algum tempo: “8 virtudes das pessoas cultas“, listadas por Anton Tchekhov, trazidos para nós pelo blog Pitacos e Achados. Quando li o título achei que seria algo meio cheio de frufru, mas é muito legal. Visite!

tchekhov oito virtudes cultos

5. Não sei se alguém percebeu, mas apaguei o facebook e instagram do blog. Não consigo me adaptar muito bem a essas tecnologias. A gente fica querendo likes, desvirtua o processo, para mim, pelo menos. Outras pessoas fazem isso muito bem, como o “Pão e Livro“, um dos meus preferidos. Vale a pena visitar!

instagram pao livro

É isso, pessoal! Muito obrigada e até mais 🙂

Anúncios

6 comentários em “Resumo da semana – 02/01/17

Adicione o seu

  1. Percebi que a maioria dos meus blogs favoritos deu uma desanimada no ano que passou. Espero que o seu 2017 seja maravilhoso, cheio de passeios legais (de preferência gratuitos rs) e com ótimas leituras ♥

    Curtido por 1 pessoa

    1. Obrigada, Bárbara!! Isso de blog tem umas horas que a gente dá uma desacelerada, né? hehe Tb não li muita coisa, estava meio sem assunto… Mas espero que este seja um ano maravilhoso para nós e que tenhamos muita coisa boa para contar!! Bjos 🙂

      Curtido por 1 pessoa

  2. Pingback: Resumo da semana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: