Resumo da semana – 14/01/17

A segunda semana de 2017 já acabou, agora temos um número redondo de sete-dias para buscarmos tudo aquilo que desejamos e continuarmos patinando nessa pista de gelo da vida. A parte boa é que, ao fim, essa parece ser uma atividade bem divertida, apesar dos tombos e giros performáticos para nos mantermos em pé. Quanto mais cedo a gente aprende a rir desses remelexos todos, melhor. 🙂

Estou um pouco ansiosa porque sei que tudo vai ficar mais corrido para mim a partir de segunda-feira e tenho medo de fracassar. Meu desejo para este ano era ter mais leveza, o que, paradoxalmente, demanda que eu empregue uma força muito maior do que o meu moto-contínuo produz. O peso, para mim, é perceber que não estou fazendo nada com significado, que não consigo encaixar minhas tarefas no dia. Estar parada, não estudar, não ler, não agir: só de pensar já fiquei tensa.

Também estou quase certa de que a chave para conciliar tudo é organização, o que ainda é difícil. Para pessoas altamente viajantes na maionese como eu, não há o que resolva, é preciso colocar tudo no papel. Eu naturalmente vivo no mundo da lua, então certas formalidades, burocracias ou simples tarefas pragmáticas do cotidiano contrastam intensamente com o meu instinto. Parece que eu vivo em um mundo paralelo, e este aqui dos boletos e papéis a serem preenchidos vive me chamando. Que inconveniente, né? Rs

Hoje eu dei o famoso “somebody love” em várias tarefas que precisava fazer e fui dar uma passeada por São Paulo. Fui à Liberdade e fiquei vendo a feirinha de artesanato, comi camarão empanado… Acho engraçado como a gente sempre dá uma adaptada “local” nas coisas. Há docinhos japoneses, shimeji e tempurá por todo canto, mas claro que também deram um jeito de rolar uma tapioquinha e caldo de cana.

Liberdade Praça Artesanato Japão São Paulo passeio
Essa era a barraquinha mais legal, de perto, os quadros eram mesmo lindos.
livros japonês liberdade
Japoneneses têm um talento especial para coisas fofas, não é?
mangá liberdade
Adorei isso. Lá na Liberdade, eles também escrevem seu nome em kanji e até mesmo arranjam um emprego no Japão, pelo que entendi.

De lá, fui ao Centro Cultural São Paulo (Vergueiro), um dos lugares que indiquei no Guest-post sobre lugares literários no blog da Brenda. Fiquei um pouco decepcionada porque a biblioteca e a discoteca (coleção de discos, não balada, pessoal dos anos 90!) estavam fechadas devido a reformas (mas voltam em 31/01).

Você sai da Estação Vergueiro do Metrô e sem saber já está lá dentro:

Metrô vergueiro Centro cultural São Paulo
Ladinho direito= metrô / Esquerdo= Centro Cultural
img_20170114_121142239_hdr
Entrada e cartazes das peças de teatro. Leite Derramado chamou atenção…

img_20170114_121105296

Não sei exatamente o porquê, mas há sempre muitas pessoas super jovens dançando, fazendo coreografia e tudo mais pelos ambientes abertos do Centro Cultural, é tão inusitado, tão “vivo”.

Há uma programação intensa de filmes, teatro, apresentações musicais e exposições. Estava andando pela sala Tarsila do Amaral e me deparei com um Miró:

Miró centro Cultural são paulo vergueiro
E um pouco de mim no reflexo.
img_20170114_124721961
Parte da exposição de Bruno Miguel, “Essas pessoas na sala de jantar”

img_20170114_124918673

Essa exposição me intrigou um tanto. São louças entremeadas com peças representativas da natureza, árvores, principalmente.

Dali, fomos para a Av. Paulista. Aproveitei para experimentar o Taco Bell. Amo comida mexicana e estava curiosa. O tamanho da porção de guacamole me surpreendeu, é menor do que um copo de café!

img_20170114_141236674
Minha mão não é gigante! E o rolinho de dois dedos ali é um burrito… rs

Na Livraria Cultura, Bob Dylan bombando. Queria tanto esse livro “Forever Young”, mas R$ 80,00 maltratam um pouco o coração! Falei sobre o livro com carinho no post do Bob.

img_20170114_160246457

Como o Taco Bell não deu para muita coisa, ao chegar em casa fiz este pão de queijo de liquidificador que é bem fácil, veja só.

img_20170114_202824282

~ ~ ~

Sem posts, mas com muita preparação aqui para o blog esta semana. Criei uma tag! Criei um projeto! Fiz uma parceria! Hehe

Eu procurei no google se não havia qualquer tag parecida e não encontrei, então espero que seja legal, principalmente para quem tem blog ou fala de alguma forma sobre livros! 😉

Sobre o projeto, já havia adiantado que ganhei o livro Todos os Contos, da Clarice Lispector, e que gostaria muito de falar sobre cada um deles aqui. Bom, era isso que estava preparando essa semana. Temos gif! Temos imagens! veja só uma prévia:

Clarice Lispector Todos Contos Análise Resenha Livro

Primeiro vou falar um pouco da biografia da Clarice e do prefácio de Benjamin Moser em um post como índice, então vamos comentar os contos ao pouquinho, na ordem do livro.

Teremos uma novidade bem legal relacionada com música, que me deixou muito feliz! Além disso, escutei a semana inteira Bon Iver e pretendo fazer post de Cinco Músicas para gostar deles. É paixão, tenho ouvido todos os dias!

Essa semana o blog completou 500 seguidores! Eba! Muito obrigada a cada um, fico muito feliz a cada interação! Em março o blog fará um ano, o que também me deixa mais que contente. 🙂

Não vá se perder por aí!

1. Essa semana conheci o “Desafio Microcontos” do site “Entre Contos”. Houve 100 inscritos e agora a votação está aberta para a escolha do melhor “microconto”. Visite!

mini contos entre contos

2. Durante os preparativos para falar sobre Clarice, encontrei um poema de João Cabral de Melo Neto sobre a escritora, na revista Macondo. Veja lá!

joao cabral melo neto clarice

3. A Thamiris, do blog “Eu li ou vou ler“, iniciou um projeto de leitura coletiva, junto a outras parceiras, chamado “Conhecendo Clarice“, sobre a biografia da escritora. Conheça!

4. A Ane do blog Of Women and Wine falou sobre os pontos positivos de participar do clube de assinatura de livros “Tag Experiências Literárias”. Achei muito legal e que pode valer a pena para quem quer mergulhar nas leituras. Veja lá!

tag experiência literária vale pena

~~~

É isso, pessoal, tenham uma ótima semana!

Anúncios

15 comentários sobre “Resumo da semana – 14/01/17

  1. Nossa, me identifiquei tanto com você no início do texto, pelo de sentir-se em um mundo paralelo. Por que eu não convivo bem com obrigações. Adorei conhecer um pouco de São Paulo através do seu texto. Muito bom!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Mari!
      Pois é, ainda bem que existem outros “de nós”.. hehe
      Eu adoro morar em São Paulo e sempre falo sobre a cidade por aqui 🙂
      Bjs e ótima semana!

      Curtir

    1. Nunca fiz assim, mas acho que deve ser possível, sim! O importante não é misturar? Não entendo muito dos aspectos mais técnicos, mas acho que dá para tentar 🙂

      Curtir

    1. Legal, você vai comentar no seu blog? Podemos fazer uma troca ou fazê-lo juntas, sei lá. Já começou o seu? Esta semana vou falar sobre o prefácio aqui no blog. Bjs!

      Curtir

  2. Me sinto da mesma forma quanto às obrigações. Não quero viver de verdade só de final de semana. Essa semana tive dor de ouvido e acabei ficando em casa sozinha ao invés de ir trabalhar, e foi tão bom… Será que é possível uma vida com mais prazer do que tarefas chatas? hahahha Enfim, de qualquer forma, to amando os seus relatos sobre os seus passeios em SP, e a Liberdade é um dos meus locais favoritos ❤

    Curtido por 1 pessoa

  3. Nossa, Valéria, o seu primeiro parágrafo, que máximo, que bem escrito. Amei. Eu acho que tô é esparramada na pista de gelo, mas tudo bem.

    Nem sei o que comentar neste post, é tanta coisa legal… Amei ver que você foi ao bairro da Liberdade, ao centro cultural… São Paulo tem tanto para fazer, não? Eu tenho começado a me culpar bastante por estar aqui no Brasil desde setembro e não ter ido uma única vez a São Paulo, não aproveitar os eventos culturais, música etc. Mas aí também decido que não posso acrescentar mais uma cobrança na minha lista. Já tenho muitas. Que se dane se não estou fazendo isso desta vez, né? Preciso respeitar o meu estado de espírito.

    Fiquei meio confusa com as novidades. São três, né? A tag você ainda vai revelar qual é? O projeto é o da Clarice? E a parceria? Ah, queria te perguntar também qual programa você usa para editar as imagens. Photoshop?

    Olha, não é verdade que você não faça nada com significado. A sua situação pessoal com você sabe quem tem bastante significado, apesar de ser bem difícil. Este blog também. Uma das coisas mais profundas que eu aprendi com o tempo que passei nos acampamentos/assentamentos do MST é que significado somos nós quem construímos. Significado não vem embutido em nada. É a gente que o constrói nas atividades e relacionamentos da vida. 🙂 Parece simples, mas não é, não. Por a gente não entender isso, significado fica sempre essa coisa elusiva. A gente persegue e nunca alcança. É porque ele não existe assim, por si só, para ser alcançado. Ele precisa ser criado.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Uau, Camila, que suuuper comentário… Rende uns áudios… hehehe… Sobre tag, ainda não comentei mesmo, o projeto é o da Clarice, e a parceria vou falar esta semana, foi algo bem legal q aconteceu 🙂
      Precisamos combinar (de verdade) mais coisas, vou falar de td isso no whatsapp. 😉 Beijos e obrigada, Camis!

      Curtido por 1 pessoa

      1. Hehehe, verdade, rende uns áudios! 🙂 Tô louca pra saber dessa parceria, conta no grupo. Eu também tenho umas novidades pra contar.

        Beijão, amo o blog! 🙂

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s