Projeto: Clarice Lispector – Todos os Contos!

Clarice Lispector Todos Contos Análise Projeto Leitura

Vamos falar de Clarice

Nasce em Tchetchelnik, na Ucrânia, em 10 de dezembro de 1920. Devido a perseguições aos judeus, sua família, composta pelos pais e mais duas irmãs, imigra ao Brasil em 1922, chegando a Maceió. Posteriormente, mudam-se para Recife e Rio de Janeiro. Clarice era ainda muito nova e dizia não ter conexões com o país natal: considerava-se pernambucana.

Estudou Direito, pois tinha vontade de mudar injustiças que percebia desde pequena, mas a escrita logo toma o lugar impreterível que teria em sua vida e trabalha como repórter e cronista. Em 1943, publica seu primeiro e aclamado livro, “Perto do coração selvagem”. No mesmo ano, casa-se com Maury Gurgel Valente, recém ingressado na carreira diplomática, e, devido aos trabalhos do marido, mora por dezesseis anos no exterior.

Clarice teve dois filhos, o mais velho deles diagnosticado com esquisofrenia. Em 1959, separa-se e volta ao Brasil, com a intenção de ter maior tranquilidade para cuidar do filho. Continua o fazer literário e escreve até o ano de sua morte, 1977, quando é publicado o último romance, “A hora da estrela”.

Benjamin Moser, biógrafo de Clarice e responsável pela organização da antologia de contos, demonstra toda sua devoção à escritora no prefácio. Ele destaca que glamour e gramática têm a mesma origem etimológica, e que a primeira palavra, historicamente, remete ao fascínio misterioso, com ares de feitiçaria. Para ele, a “gramática” de Clarice evoca os mesmos poderes, comumente exercendo um encanto místico sobre os leitores

“(…) para aqueles que a entendem instintivamente, o amor pela pessoa de Clarice é tão imediato quanto inexplicável. A sua é uma arte que nos faz desejar conhecer a mulher; e ela é uma mulher que nos faz querer conhecer sua arte.” (p. 12)

Existe muito de identificação instintiva nessa leitura. Na conhecida entrevista da escritora à televisão, ela menciona que uma adolescente dizia amar seus escritos, enquanto um professor de português a indagava, insistentemente, sobre os “significados” de seu livro. É possível conhecer circunstâncias e bases filosóficas recorrentes, mas a literatura de Clarice requer uma observação entregue ao comum e ao estranho.

Noemi Jaffe fala muito bem sobre esse último aspecto. Clarice foi “estranha”, “estrangeira”, “insólita” de muitas maneiras. Sempre teve o olhar da pessoa de fora, uma verdadeira “outsider”: judia europeia no Brasil, pernambucana no Rio de Janeiro, brasileira na Europa, mulher na literatura, e mulher intelectual que também é dona de casa. Escrevia enquanto cuidava dos filhos. Foi voluntária em tempos de guerra. Não era uma pessoa à parte do mundo, que se recolhia nas intelectualidades destacadas do cotidiano das pessoas. Talvez viesse daí esse olhar de quem não pertence a qualquer lugar, para quem tudo é apartado de si. Uma percepção atenta, do observador desacostumado:

“Tanto em pintura como em música e literatura, tantas vezes o que chamam de abstrato me parece apenas o figurativo de uma realidade mais delicada e mais difícil, menos visível a olho nu.” (frase de Clarice, p. 23)

Esta foi uma pequena introdução biográfica, para quem quiser saber mais sobre a biografia escrita por Benjamin Moser, assim como mais detalhes da vida da autora, aconselho acompanhar o Projeto Conhecendo Clarice, realizado pela Thamires, do blog Eu Li ou Vou Ler , em parceria com a Isa do Dicas da Isa e Jennifer Geraldine (blog canal). Veja o vídeo de apresentação:

~ ~ ~

Aqui no blog, leremos os 85 contos na ordem listada no livro. Este post servirá como um índice de leituras, pois acrescentarei os links a cada novo post. Espero escrever sempre as quintas-feiras, então no próximo dia 25, falaremos sobre “O triunfo”, o primeiro conto publicado por Clarice.

Caso você não tenha o livro e deseje acompanhar a leitura, para podermos comentar juntos nossas impressões, é possível ler as quatro páginas neste link. Também recomendo o seguinte link, onde é possível baixar vários livros de Clarice.Vai ser uma delícia, espero por você!

Clarice Lispector Todos Contos Análise Resenha Livro

PRIMEIRAS HISTÓRIAS

LAÇOS DE FAMÍLIA

  • Devaneio e embriaguez duma rapariga
  • Amor
  • Uma galinha
  • A imitação da rosa
  • Feliz aniversário
  • A menor mulher do mundo
  • O jantar
  • Preciosidade
  • Os laços de família
  • Começos de uma fortuna
  • Mistério em São Cristóvão
  • O crime do professor de matemática
  • O búfalo

A LEGIÃO ESTRANGEIRA

  • Os desastres de Sofia
  • A repartição dos pães
  • A mensagem
  • Macacos
  • O ovo e a galinha
  • Tentação
  • Viagem a Petrópolis
  • A solução
  • Evolução de uma miopia
  • A quinta história
  • Uma amizade sincera
  • Os obedientes
  • A Legião Estrangeira

Fundo de gaveta

  • A pecadora queimada e os anjos harmoniosos
  • Perfil de seres eleitos
  • Discurso de inauguração
  • Mineirinho

FELICIDADE CLANDESTINA

  • Felicidade clandestina
  • Restos do carnaval
  • Come, meu filho
  • Perdoando Deus
  • Cem anos de perdão
  • Uma esperança
  • Macacos
  • A criada
  • Menino a bico de pena
  • Uma história de tanto amor
  • As águas do mundo
  • Encarnação involuntária
  • Duas histórias a meu modo
  • O primeiro beijo

ONDE ESTIVESTES DE NOITE

  • A procura de uma dignidade
  • A partida do trem
  • Seco estudo de cavalos
  • Onde estivestes de noite
  • O relatório da coisa
  • O manifesto da cidade
  • As maniganças de Dona Frozina
  • É para lá que eu vou
  • O morto no mar da Urca
  • Silêncio
  • Esvaziamento
  • Uma tarde plena
  • Um caso complicado
  • Tanta mansidão
  • As águas do mar
  • Tempestade de almas
  • Vida ao natural

A VIA CRUCIS DO CORPO

  • Explicação
  • Miss Algrave
  • O corpo
  • Via Crucis
  • O homem que apareceu
  • Ele me bebeu
  • Por enquanto
  • Dia após dia
  • Ruído de passos
  • Antes da Ponte Rio-Niterói
  • Praça Mauá
  • A língua do “p”
  • Melhor do que arder
  • Mas vai chover

VISÃO DO ESPLENDOR

  • Brasília

ÚLTIMAS HISTÓRIAS

  • A bela e a fera ou a ferida grande demais
  • Um dia a menos

Todos Contos Clarice Lispector Análise Resenha

Muito obrigada 🙂

Curta a página do blog no Facebook para receber as novidades!

Anúncios

44 comentários em “Projeto: Clarice Lispector – Todos os Contos!

  1. Eu confesso que nunca li Clarice Lispector, mas para não ficar tão mal assim eu participei de um vídeo no meu trabalho para promover a leitura do livro “A Hora da Estrela”, e foi muito legal
    Acho que dá para viver assim, rsrsrsrs.
    Excelente texto. Parabéns.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Obrigada, Gabriel!! Então, com os contos você pode se aventurar pelo mundo de Clarice… ehhe Vou tentar sempre deixar uma semana antes sobre qual conto vou falar na próxima semana e, quando disponível, um link para o conto, então se você quiser ler, quando tiver um tempinho, podemos trocar impressões 🙂 Ela é a dona das palavras, vale a pena ler… Bjs e obrigada!!

      Curtido por 2 pessoas

  2. Oie, que projeto incrível, sou louca para ter esse livro em mãos. Para te rum pouquinho mais dessa mulher fascinante na minha estante.
    Obrigada pelo carinho de divulgar nosso projeto, estarei acompanhando suas resenhas dos contos.
    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  3. Vou acompanhar as postagens sobre os contos. Tô tentado a comprar esse livro. Li Hora da Estrela e Perto do Coração Selvagem, ambos são espetaculares. Nunca li nenhum dos contos, quero comprar algum outro dos romances logo. Ela é genial, nem tem muito o que dizer porque ela deixa as pessoas sem palavras. Tá, aos poucos, se tornando uma das minhas escritoras favoritas.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi! Esse primeiro conto tem apenas 4 páginas e um ou dois parágrafos. Leia no link que eu deixei e vamos ver se nossas impressões batem! Que tal? Semana que vem escrevo sobre ele aqui 🙂 bjs!!

      Curtir

  4. Muito legal este projeto, Valéria!
    Gosto muito dela, gosto muito de ser a estranha, algo que é muito claro na escrita dela. Ao mesmo tempo, ela não é nada estranha à alma humana e à alma brasileira, não acha? Li “Felicidade Clandestina” há uns dois anos e, de fato, achei uma leitura bem instintiva mesmo. E parece não adiantar querer ser linear ou entender tudo direitinho em relação a causas e consequências nas estórias dela. Se procura muita racionalidade, acho que aí nem se curte nem se entende a escrita dela. Eu me lembro que o Erik leu algo dela quando estava na Jamaica. Ele não pareceu muito impressionado. Acho que faltou mesmo, para ele, a supremacia do sentimento sobre o entendimento linear e, também, um conhecimento mais íntimo da cultura brasileira, modos de falar/pensar etc.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Camis! Que legal tudo o que você falou 🙂 Acho Clarice muito incrível, perfeita, para dizer a verdade. Rs… Agora vou ficar com mais bronca do Erik, mas ok… Talvez seja reversível 🙂 o q vc falou tb acho mto verdade, há algo de muito brasileiro. Como ela é sempre “de fora”, mas apropria-se de certa forma de uma nova nacionalidade, é mto observadora, e de uma maneira sensível. Estou adorando ler os contos. Esse primeiro tem algo de mto forte com relação às mulher, se vc desejar ler, há um link que deixei. Bjs, Camis!!

      Curtir

  5. Oies… Finalmente conseguir ler o post sobre esse projeto incrível 🙂 Tive mais contato com a obra da autora no semestre passado e me apaixonei por “A hora da estrela”. Li os contos “Feliz aniversário” e “A quinta história” ambos bem complexos, na minha humilde opinião, rs. Vou tentar acompanhar este projeto 😉 A título de curiosidade recomendo os vídeos da Yudith Rosembaum sobre Clarice, bem como o texto “Carta ao ministro da educação”, ambos apresentados nas minhas aulas de Literatura Brasileira. Revelam um outro lado da autora, é bem fascinante! Boa sorte no projeto 😉 Bjos ❤ ❤

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Cá! Obrigada 🙂 Quando você tiver um tempinho, leia um conto ou outro por aqui 🙂 Quando chegar a esses dois q vc mencionou, seria mto legal vc participar pq com certeza deve ter se aprofundado. Procurei o vídeo e a carta que você falou, obrigada!!
      Bjos, Cá, até mais 😉

      Curtido por 1 pessoa

  6. Oiii Val, que bacana!! Você dividiu os contos dela pelos nome dos livros publicados, né?
    Poxa, muito bacana.. Estou com o Laços de Família aqui em casa.. Tenho que ir em ordem cronológica ou posso ler fora de ordem?
    Ahh não sabia que Clarice tinha feito faculdade de Direito.. Bacana conhecer mais sobre ela.
    Beijocas

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Renata! Tudo bem? Estou seguindo a ordem do livro “Todos os Contos”, e ele organiza pelos livros em que foram publicados mesmo 🙂 Para acompanhar o projeto, você que sabe o que preferiria fazer, você pode ir escolhendo os que gostar mais, e aí eu vejo no seu blog e quando chegar minha vez de lê-lo, vou ver o que você falou sobre ele 🙂 Ou então seguir a ordem daqui, aí vamos vendo juntas 🙂 Essa informação da faculdade de direito é legal, né? Super à frente do seu tempo… bjs e obrigada!

      Curtido por 1 pessoa

  7. Pingback: 1 Pedra no Caminho
  8. Que projeto incrível, queria fazer a leitura também, mas não conseguirei. De qualquer forma, acompanharei por aqui. Adoro o Benjamin Moser e o trabalho dele com a Clarice é primoroso (e o que é essa edição dos contos? Acho que é a edição mais linda que já vi nos últimos tempos – tempos, porque se bobear é a mais linda que já vi na vida, rs).
    Beijinhos

    Curtido por 1 pessoa

    1. Esse livro é lindo demais, ganhou até prêmio pela capa, é incrível. Sei que é difícil acompanhar a leitura dos outros… hehe Mas quem sabe um ou outro vc não consegue? O da semana que vem tem menos de 4 páginas 😉 Bjos e obrigada, Ju!

      Curtido por 1 pessoa

      1. Prêmio merecido! rs
        Agora estou enrolada com outras leituras, e, em Março começam as aulas do mestrado, mas espero dar uma chance em breve para os contos da Clarice! 🙂
        Beijinhos

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s