O elefante desaparece, Haruki Murakami

Demorei um pouco para ler essa coletânea de contos do Haruki Murakami. Há algum tempo eu tinha curiosidade pelo autor; Kafka à beira-mar está na minha listinha desde sempre, por isso, fiquei muito contente ao receber o livro. Devido à minha mudança de emprego e, consequentemente, de vida, foi um pouco difícil fazer leituras fora... Continuar Lendo →

Anúncios

Vidas Secas, de Graciliano Ramos

"Vidas Secas" é um livro sobre seres humanos em contextos de extrema dificuldade, mas, para mim, é sobretudo um estudo sobre a linguagem. É tocante como as pessoas, já em situação de enorme pobreza e ausências, sentem-se ainda menores e são subjulgadas por não conseguirem se expressar adequadamente, por acharem que não são aptas ou... Continuar Lendo →

Caim, de José Saramago

Já falei, mesmo que resumidamente, sobre O Evangelho Segundo Jesus Cristo, de José Saramago, esta semana, e agora venho comentar este livro que lhe é complementar em mais de um sentido. Enquanto "O Evangelho" trata do Novo Testamento, o último livro do autor mergulha no Antigo. Fora isso, também acredito que Saramago, nosso Prêmio Nobel... Continuar Lendo →

A escola e o conhecimento, de Mário Sérgio Cortella

Este é o segundo livro do Cortella que li este ano. O outro foi "Por que fazemos o que fazemos". "A escola e o conhecimento: Fundamentos epistemológicos e políticos" diferencia-se, no entanto, por tratar-se da tese de doutorado do professor, com orientação de Paulo Freire. Não é preciso se assustar, pois as páginas têm mais jeitão... Continuar Lendo →

O Apanhador no Campo de Centeio, de J. D. Salinger

Importante: esse foi o livro que mais gostei de ler em 2017 e provavelmente não será superado: realmente amei O Apanhador no Campo de Centeio, houve muita identificação. Sabe um personagem com o qual você desejaria continuar conversando? Antes de iniciá-lo, eram pouquíssimas as referências; entre elas, o fato de o assassino do John Lennon... Continuar Lendo →

O Estrangeiro, de Albert Camus

Sempre quis ler algo do Camus, estudei um pouco sobre ele na faculdade e já contei aqui como fiquei feliz quando encontrei as versões em francês e português de "O Estrangeiro" para doação na biblioteca do meu bairro. É bem curto e a leitura rápida, pois é aquele tipo de livro que não tem muitas... Continuar Lendo →

Pretérito Imperfeito, de Gustavo Araújo

Há vários meses, o Gustavo Araújo, do Entre contos, me mandou um e-mail sugerindo o envio de seu livro "Pretérito Imperfeito". Às vezes, tenho receio de aceitar materiais como esse por eu ter um gosto muito específico de leitura, certa resistência à literatura contemporânea que quer "conquistar" leitores a todo custo e também devido ao meu... Continuar Lendo →

WordPress.com.

Acima ↑